duvidas em nosso email

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Ifá, O oráculo/ Jogo de Búzios

Ifá, o oráculo.

O culto a Ifá, a adivinhação através de oráculo, é um culto que considero totalmente a parte dos demais cultos, ou seja, para responder a tradicional pergunta “--existe o jogo de búzios na Umbanda ou só no Candomblé?” eu diria que não tem em nenhum dos dois, pois o culto a Ifá, desde a África, sempre foi um culto a parte do culto a Orixá, desta forma, em nada depende dos cultos a Orixá para existir, estes sim em alguns fundamentos dependem do culto a Ifá, do oráculo, para determinar uma série de coisas importantes, como por exemplo, a coroa do médium, seus Orixás regentes.

Na África, logo ao nascer já se sabia se a criança seria ou não um sacerdote de Ifá, e se o fosse, desde pequeno já recebia tratamento diferenciado, ingressando ainda bem jovem em uma espécie de escola só para estes que seriam os futuros Oluwós. O Oluwó (Babalaô) é o cargo máximo deste culto.

De forma simples, podemos resumir em:

Babalorixá/Ialorixá, Pai/Mãe de Santo – Como se costuma chamar os sacerdotes de Candomblé e Umbanda, que cultuam Orixá e entram em transe mediúnico.

Oluwó (Babalaô) – Como se chama o sacerdote de Ifá, que cultua Orunmilá e não entra em transe para a prática do Ifá.

Esta é uma forma simples de ilustrar o fato de que se trata de cultos diferentes sendo que os primeiros citados (Candomblé e Umbanda) muitas vezes recorrem ao segundo (culto de Ifá) para consultas necessárias.

Acontece que hoje em dia, muitos sacerdotes de Umbanda e Candomblé acumularam a função de Babalaô em seus terreiros, uma situação fácil de compreender, pois nos dias de hoje não existem mais Oluwós.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário